segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Certidões de óbito passam do papel para a Internet


A partir deste mês

Certidões de óbito passam do papel para a Internet

01.09.2012 - 08:40 Por Lusa
  • Votar 
  •  | 
  •  2 votos 
Francisco George destacou a importância da mudança para analisar as causas da mortalidadeFrancisco George destacou a importância da mudança para analisar as causas da mortalidade (Foto: Pedro Cunha)
 Os médicos deverão começar a substituir o registo em papel das certidões de óbito por inscrições numa plataforma na Internet, a partir deste mês, o que permitirá um rápido e permanente acompanhamento dos óbitos e das suas causas.
A nova lei que cria e regula o Sistema de Informação dos Certificados de Óbito (SICO) foi publicada em Diário da República no passado dia 3 de Abril, estando previsto para este mês um período experimental definido no diploma.

Os objectivos desta lei são a desmaterialização dos certificados de óbito, o tratamento estatístico das causas de morte e a actualização da base de dados de utentes do Serviço Nacional de Saúde e do correspondente número de identificação, atribuído no âmbito do Registo Nacional de Utentes. O sistema actual de certificação de óbitos em Portugal tem mais de um século de existência e não permite fazer análises precisas das causas de morte.

Por altura da publicação da lei, o director-geral da Saúde, Francisco George, salientou "os imensos benefícios" que serão alcançados "no plano da análise de informações que se referem às causas de mortalidade", uma vez que apenas os médicos vão passar a preencher os certificados de óbito numa plataforma electrónica. Essa plataforma é assumida pelos serviços da Direcção-Geral da Saúde e permitem acelerar todos os aspectos que dizem respeito à análise da mortalidade em Portugal, sublinhou o responsável.

O SICO irá permitir uma articulação das entidades envolvidas no processo de certificação dos óbitos, com vista a promover uma adequada utilização dos recursos, a melhoria da qualidade e do rigor da informação e a rapidez de acesso aos dados em condições de segurança e no respeito pela privacidade dos cidadãos.

O sistema abrange a certificação dos óbitos ocorridos em território nacional de pessoas falecidas com 28 ou mais dias de idade; crianças nascidas vivas e falecidas antes de completarem 28 dias de vida; fetos mortos de 22 ou mais semanas de gestação; e fetos mortos de idade gestacional inferior a 22 semanas, quando requerido pelas entidades.

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) utiliza a informação do SICO para efeitos de registo, de análise e de codificação das causas de morte, de acordo com a classificação internacional de doenças. A codificação é enviada periodicamente pela DGS ao Instituto Nacional de Estatística para fins estatísticos, segundo a legislação.

domingo, 5 de agosto de 2012

Maior turbina eólica do mundo

Maior turbina eólica do mundo: Quando em operação, a super turbina eólica, girando a 10 metros por segundo, extrairá energia de 200 toneladas de ar por segundo.

domingo, 8 de julho de 2012

Tráfego aéreo visto de satélite

Para entender melhor o vídeo, é melhor lerem isto. Trata-se de uma observação com a duração de 24 horas, das rotas dos grandes aviões de carreira, condensada em 01 min 11 seg. O espaço parece inundado de abelhas!
O que se vê em seguida é um vídeo mostrando o comportamento do tráfego aéreo ao redor do mundo visto de um satélite durante 24 horas.

Vocês não vão acreditar nisto! Os pontinhos amarelos são aviões no céu durante um período de 24 horas.

Reportando-nos à imagem, você verá a luz do dia no seu movimento normal movendo-se de Leste para Oeste, à medida em que a terra gira em torno do seu eixo.

Durante o vídeo, terá a oportunidade de ver o tráfego deixando a América Norte e partindo em direção a leste para chegar ao Reino Unido de manhã.

Depois poderá observar o movimento inverso, o tráfego deixando o Reino Unido de manhã e voando para o Continente Americano durante o dia.

Para nós, que somos da velha guarda, de outros tempos, trata-se de algo realmente fascinante.

Você pode ver que é primavera no Hemisfério Norte, pela imagem que o Sol projeta sobre o planeta.

Você poderá observar que o Sol não se põe por um longo tempo no Hemisfério Norte, enquanto praticamente não se levanta ou aparece no Extremo Sul.

Mediante esta observação das rotas dos aviões através do planeta, vemos o dia e a noite movendo-se igualmente pelo planeta no seu curso incessante.

É dia na Austrália quando o vídeo se inicia.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Bike Postal


Jovens lançam Bike Postal, a primeira empresa de estafetas de bicicleta em Portimão

 
Jorge Mourinho, de 32 anos, frequentou o curso de Engenharia Topográfica e trabalhava na área, até à paragem das obras da EN125, em abril. Michael Vieira, de 31 anos, nasceu na África do Sul e é arquiteto com (muito) pouco trabalho. Ambos têm em comum o gosto pelas bicicletas e por tudo o que a elas está associado, como o estilo de vida que proporcionam.
Vai daí, resolveram lançar em Portimão a primeira empresa de estafetas de bicicleta no Algarve, a Bike Postal.
«Já tínhamos visto este tipo de serviço lá fora e em Lisboa. Sempre achei que este serviço seria útil numa cidade como Portimão e arredores, numa zona relativamente plana e com bastantes dificuldades de trânsito e de estacionamento», explicou Jorge Mourinho ao Sul Informação.
A ideia de negócio foi lançada há um mês e só há cerca de quinze dias o duo de ciclistas começou a divulgar os serviços da Bike Postal. «Para já estamos a ver a receptividade, divulgando o serviço entre as empresas de Portimão, de Alvor, da Praia da Rocha, que serão as nossas zonas de atuação», diz Michael Vieira. «A pouco e pouco, vamos divulgando. 50% das pessoas com quem falámos mostraram-se disponíveis para usar os nossos serviços», acrescentou.
«Nós temos uma vantagem: é que vamos buscar o material a entregar à empresa e vamos entregar diretamente ao seu destino, rapidamente, em segurança e sem intermediários», acrescenta Jorge Mourinho.
Tanto Jorge como Michael são fãs e utilizadores frequentes da bicicleta. «Atualmente, só uso o carro para ir surfar. Desde que larguei o carro que me tenho apercebido como é fácil andar de bicicleta em Portimão», sublinha Jorge Mourinho. Aliás, uma das razões da criação da Bike Postal é exatamente mostrar que «é possível e até é mais fácil usar a bicicleta numa cidade como a nossa, não como desporto, mas como meio de transporte habitual», acrescenta.
Michael Vieira, aplicando o seu olho de arquiteto à cidade, frisa que em Portimão deveria haver mais ciclovias, sobretudo mais zonas em que o trânsito de pessoas e de bicicletas estivesse separado dos automóveis. «A V3 e a V6 deviam ter ciclovias. A utilização da bicicleta é cómoda e mais limpa. Só traz vantagens às cidades, em termos de retirar pressão sobre o trânsito e o estacionamento, e no que diz respeito ao ambiente. Por isso, uma cidade como Portimão, que é relativamente plana, devia apostar mais na criação de ciclovias».
«Ambientalmente é um serviço excelente. Temos como missão ajudar as empresas a serem mais ecológicas e sustentáveis, e a cidade a ser mais limpa», explica Jorge Mourinho.
Mostrando que o seu amor à bicicleta vai muito para além da ideia de negócio, Jorge e Michael são também os impulsionadores do movimentoPortimão Cycle Chic, que pretende divulgar a bicicleta como meio de transporte normal. Para isso, já promoveram, no sábado passado, um primeiro passeio entre Portimão e Alvor (ida e volta = 20 quilómetros), que reuniu cerca de 40 pessoas. E mais passeios se seguirão.
Quanto à sua ideia de negócio, o serviço da Bike Postal funciona exclusivamente em Portimão, desde a cidade até Alvor, incluindo a Praia da Rocha, entre as 9h00 e as 18h00.
As tarifas variam entre os 2 e os 8 euros, consoante a urgência da entrega. Como as deslocações são efetuadas de bicicleta, os objetos a transportar não podem pesar mais do que quatro quilos, nem deverão ocupar mais espaço do que quatro dossiês A4.
Nesta primeira fase, Jorge e Michael querem que toda a gente tenha a oportunidade de experimentar o serviço e ver as vantagens que ele tem: «rapidez, preço e comodidade». Para isso, têm uma campanha de lançamento, onde oferecem uma entrega. Para usar a promoção, basta ir ao site e deixar os seus contactos no formulário que lá se encontra e eles entrarão em contacto para agendar as entregas.
Pode ainda contactá-los através doFacebook ou pelo email info@bikepostal.com.
Para que o serviço da Bike Postal, que já está a funcionar, possa arrancar a 100%, os dois jovens empreendedores só estão à espera que cheguem as mochilas que encomendaram na Alemanha. Mas já os pode ver pelas ruas de Portimão, Alvor e Praia da Rocha, a fazer entregas de forma rápida, fácil, e ambientalmente responsável. 

domingo, 3 de junho de 2012

5 coisas que você não deve fazer no Facebook


5 coisas que você não deve fazer no Facebook [ilustração]

Saiba quais são as práticas que devem ser evitadas para um melhor convívio na maior rede social do mundo.
  • 323
  • Visualizações102.027 visualizações
Por Renan Hamann em 31 de Maio de 2012
Assim como a vida real, o Facebook também possui algumas regras de convivência que devem ser respeitadas para que as pessoas possam permanecer em harmonia. Algumas leis clássicas da internet se aplicam nesse caso: não usar Caps Lock, não ofender os outros gratuitamente e várias outras que acabamos levando do convívio físico para a rede social.
E existem algumas práticas que ainda não foram enquadradas como “desrespeito às regras do Facebook”, mas incomodam bastante. Será que você faz algo que esteja incluso nisso? Vamos conferir alguns dos modos de agir que mais atrapalham o bom funcionamento da rede social e que poderiam ser evitados para que a utilização de todos fosse mais tranquila.

Quem quer ler blogs vai aos blogs

Uma das maiores vantagens do Facebook está na facilidade com que é possível compartilhar os nossos interesses. Quem encontra uma música de que gosta bastante pode simplesmente colocá-la na rede social para que todos desfrutem dela também. O mesmo vale para vídeos doYouTube e qualquer outro conteúdo multimídia.
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Mas há muitas pessoas que passam dos limites e transformam o Facebook em uma verdadeira filial do 9gag. Tudo o que encontram pela frente é compartilhado, fazendo com que os amigos não precisem mais ir a nenhum blog de humor, pois tudo o que existe está disponível ali mesmo, nos feeds de atualizações. Agora imagine se todos decidissem fazer o mesmo.
Qual é a melhor dica nesse caso? Ter bom senso na hora de compartilhar todas as postagens que você achou interessante. Não há nada de errado em mostrar para todo mundo que você achou uma tirinha engraçada, mas será que as pessoas querem ver todas as atualizações de um determinado site? Compartilhe com moderação.

Curta x Compartilhe

“Se você gosta mais do Baixaki, curta. Se prefere o Tecmundo, compartilhe.” Quem é que nunca se deparou com algo parecido com isso na rede social? No começo era divertido, mas de repente essa se tornou uma arma de alguns perfis para arrecadar seguidores de uma maneira bem agressiva. Com isso, o Facebook chega a ficar muito poluído em alguns momentos.
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
É preciso dizer: “Curtir x Compartilhar” não é o único método de tentar chamar a atenção. Existem outros que são igualmente ruins. Um dos exemplos que mais têm se espalhado são referentes à indução ao “Curtir”. Muitas postagens, principalmente de fotografias, tentam enganar as pessoas que estão visualizando. “Aperte ‘L’ para ter uma surpresa” é uma das mais comuns.
Dizer que algo surpreendente pode acontecer se a pessoa clicar em “Curtir” enquanto aperta alguma tecla qualquer também já não é novidade. Muitos usuários acabam acreditando que existe algo novo para ser descoberto, clicam enquanto pressionam o botão e apenas adicionam um ponto para a postagem original.

Duas pessoas = Um perfil

Facebook! Para 99% das pessoas, esta é uma rede social em que é possível compartilhar interesses e informações relevantes para determinados círculos de amizades. Mas existem alguns usuários que decidem modificar os propósitos do serviço para transformar o perfil pessoal em algo menos individual. Estamos falando da “Unificação de perfis”.
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
É lógico que o amor é uma coisa muito boa na vida das pessoas, mas a unificação acaba atrapalhando um pouco a comunicação dos amigos. Imagine que você acabou de unir a sua página à da sua namorada e um dos seus melhores amigos precisa contar um segredo que só você pode saber. Ele não mais poderia contar por mensagem e também não conseguiria marcar uma conversa, pois ela também ficaria sabendo.
Vale ressaltar: ninguém aqui é contra o amor e as demonstrações públicas de afeto, mas é preciso saber que a unificação dos perfis pode atrapalhar a comunicação entre os amigos.

Marcar todo mundo

Para que serve o recurso de marcação de fotos? Acertou quem respondeu: “marcar as pessoas que estavam presentes em determinada situação, desde que elas apareçam na imagem”. Mas há muitos internautas que abusam dos direitos de realizar marcações, fazendo isso em situações erradas – quando a pessoa marcada não estava realmente no local da fotografia.
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Isso é muito comum com banners de festas. Os organizadores postam o flyer no Facebook e então marcam todas as pessoas que conhecem para que elas recebam a notificação e vejam o anúncio. O mesmo incômodo ocorre quando alguém posta uma foto própria e diz que os amigos estavam lá também, apenas para que vejam um novo corte de cabelo ou algo parecido.

“Gente que”

Não existe nada pior do que indiretas nas redes sociais. Há muitos momentos em que abrimos nossa conta no Facebook e nos deparamos com frases que são claramente direcionadas a nós, mas não citam nomes ou situações claras. Quer um exemplo? “Gente que posta foto fazendo bico”, logo após algum amigo ter postado uma foto exatamente desse tipo.
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
E além do “gente que”, também há várias outras formas de indiretas que dominam as redes sociais. Basta observar os seus feeds de atualizações para ver como é fácil identificar a presença delas no Facebook. Será que você mesmo não fez isso alguma vez?
.....
É importante dizer que as atitudes citadas aqui não devem ser banidas do Facebook, mas sim utilizadas com moderação. Dessa forma, mesmo que algumas pessoas se sintam incomodadas, não excluirão amigos ou ficarão irritadas com a utilização da rede social. Afinal de contas, todos querem o melhor convívio possível, não é mesmo?
Ilustrações: Aline Sentone


Leia mais em:http://www.tecmundo.com.br/facebook/24317-5-coisas-que-voce-nao-deve-fazer-no-facebook-ilustracao-.htm#ixzz1wemc46jy

sábado, 2 de junho de 2012

Cuca - publicidade

https://docs.google.com/presentation/d/1acgLumdtTaEAaV9-Obep4tWV0mlzCQYPwe83uPhAdH4/edit

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Coisas muito importantes

O ano 2012 já vai no 5º mês. Quero, portanto, agradecer a todos os e-mails
muito educativos que recebi durante o ano anterior.

Estou convencido que sou um caso perdido e que as minhas hipóteses são
praticamente nulas... Mas pode ser que vocês ainda vão a tempo... Isso
porque:


1.     Já não consigo abrir a porta da casa de banho sem usar um
toalhete de papel;

2.     Também já não confio na empregada do bar para me pôr rodelas de
limão no meu copo de água com gelo sem ficar preocupado com as
bactérias que certamente estarão na casca de limão;

3.     Já não consigo sentar-me sobre a colcha da minha cama de hotel
sem imaginar o que aconteceu sobre ela desde que foi lavada pela
última vez;

4.     Tenho relutância em apertar a mão de alguém que tenha estado a
conduzir porque, estatisticamente, o passatempo favorito de muitas
pessoas quando conduzem sozinhas, é esgravatar o nariz;

5.     Já não saboreio o meu petisco favorito em paz porque fico
preocupado imaginando quantos litros de gordura transgénica tenho
ingerido nos últimos anos;

6.     Não consigo tocar na bolsa de qualquer mulher, com medo que ela
o tenha posto no chão de uma casa de banho pública qualquer;

7.     Sinto-me na obrigação de enviar os meus agradecimentos a quem
me enviou um e-mail sobre a tendência que os ratos têm de fazer cocó
na cola dos envelopes, pois agora tenho de usar uma esponja molhada
para fechar cada envelope;

8.     Além disso e pelo mesmo motivo, já não consigo evitar esfregar
furiosamente a parte superior de qualquer lata de refrigerante antes
de abri-la;

9.     Gastei todas as minhas economias, porque as fui enviando para
uma menina muito doente (Penny Brown) que está prestes a morrer pela
1.387.258ª vez;

10.    Estou teso, mas isso vai mudar quando eu receber os $15.000,00
que o Bill Gates / Microsoft e a AOL vão enviar-me por participar no
seu programa especial de e-mail;

11.    Tenho medo de ir tomar uma bebida a um bar, com receio de
acordar numa banheira cheia de gelo com os rins estripados;

12.    Não consigo comer um KFC porque fico imaginando que as suas
galinhas são horríveis aberrações mutantes sem olhos, nem pés, nem
penas;

13.    Não consigo usar desodorizantes porque causam cancro, mesmo que
eu possa ficar a cheirar como um búfalo de água num dia de intenso
calor;

14.    Graças a vocês aprendi que as minhas orações só são
respondidas, se enviar um e-mail para setenta dos meus amigos e fizer
um desejo dentro de cinco minutos;

15.    Por causa das vossas preocupações já não bebo Coca-Cola porque
ela tem também a capacidade de remover manchas da sanita;

16.    Já não meto gasolina sem ter alguém por perto para tomar conta
do carro para evitar que algum maluco de um assassino em série possa
entrar sorrateiramente no banco de trás enquanto eu atesto o depósito;

17.    Já não uso material plástico no micro-ondas porque provoca uns
vinte tipos diferentes de cancro;

18.    E obrigado por me dizerem que não devo ferver um copo de água
no micro-ondas porque pode explodir na minha cara, desfigurando-me
para sempre;

19.    Já não vou ao cinema porque posso ser picado por uma agulha
infectada com SIDA ao sentar-me;

20.    Já não vou aos centros comerciais para evitar ser drogado com
uma amostra de perfume e ser de seguida roubado;

21.    Não atendo o telefone, com medo de que alguém me peça para
discar um número qualquer que me vai fazer receber uma conta absurda
de uma mão-cheia de chamadas para a Jamaica, Uganda, Singapura e
Uzbequistão, etc.;

22.    Já não compro biscoitos no Continente/Sainsbury pois agora
tenho a sua receita sem transgénicos;

23.    Graças a vocês eu agora apenas uso a minha sanita, porque tenho
um medo de morte que uma enorme serpente preta possa estar escondida
sob o assento e trincar o meu traseiro causando-me morte imediata;

24.    Também já não apanho moedas perdidas no chão, porque
provavelmente foram lá colocadas por algum molestador sexual à espera
que eu me abaixe para atacar;

25.    Já não faço jardinagem, com medo de ser picado pela aranha
viúva negra e não chegar a tempo a um centro de socorro;



Se não reencaminharem este e-mail para, pelo menos, 144 mil

pessoas nos próximos 60 minutos, uma grande vaca com diarreia, voará
sobre as vossas cabeças amanhã às 17h00, e as pulgas de 120 camelos,
infestarão as vossas costas provocando o nascimento de uma enorme
bossa cheia de pêlos. Sei que isso irá ocorrer, porque na verdade
aconteceu com o melhor amigo da cabeleireira do amigo do primo do
segundo marido da ex-sogra do vizinho que por acaso é casado com a
irmã da nora de um amigo meu...



Ah! E já agora...


Um cientista alemão da Argentina, após estudo aturado, descobriu que
as pessoas com pouca actividade cerebral, lêem os seus e-mails com os
dedos no rato.



Não se preocupem em tirá-los agora. Já é tarde demais...



PS: A partir do momento que me foi dito num e-mail que os salpicos da
água do autoclismo atingem uma distância de mais de dois metros,
passei a guardar a minha escova de dentes na sala de estar.



Desejo-vos um excelente dia!... e uma vida muito saudável!...