segunda-feira, 19 de maio de 2008

Nos dias de hoje

Trinta anos de casamento terminaram abruptamente, na calada da noite. Tudo porque o marido tentou, pela primeira vez, levantar o véu que cobria o rosto da esposa, conforme relata o jornal "Al-Riyadh".
A mulher segue a tradição de um vilarejo nas proximidades de Khamis Mushayt, na Arábia Saudita. De acordo com a diretrizes dos chefes religiosos da região, o marido não pode jamais ver o rosto da esposa.
Uma bela noite, na cama, o marido tentou acabar com a curiosidade que o consumia. A mulher, de 50 anos, conseguiu acordar a tempo e impediu o "gesto extremo".
"Depois de todos estes anos, ele tenta cometer um grande erro como esse", comentou ela ao diário.
A mulher disse que o marido pediu perdão e que nunca mais repetirá o "atrevimento", mas ela se mantém impávida: não abre mão do divórcio.
Muitos países islâmicos como a Arábia Saudita e partes do Irã e do Afeganistão exigem que as mulheres cubram seus rostos em público, mas na privacidade do lar o uso do véu pode ser abolido. Entretanto, em algumas regiões remotas de países do Oriente Médio, mulherem passam a vida inteira sem se mostrar para o marido.
Uma delas, também na Arábia Saudita, chegou a comentar:
"Casamento é sobre amor, não sobre rostos".